vBulletin statistics

Segunda-Feira, 28 de Abril de 2014

WALL STREET ENGLISH RENOVA-SE NA PÓVOA DE VARZIM

Um espaço mais moderno e funcional com capacidade para cerca de 500 alunos Melhores condições para aprender uma Língua global, que abre portas a um futuro com melhores perspetivas Nova imagem e nome Wall Street English substituem a anterior designação Wall Street Institute

O Wall Street English está a renovar o seu Centro da Póvoa de Varzim, modernizando-o para tornar a aprendizagem do Inglês mais motivante e produtiva. A remodelação permite ainda atualizar a imagem do Centro de acordo com a nova marca e nome Wall Street English, que substitui a anterior designação Wall Street Institute. A alteração surge na sequência de uma operação de rebranding que está a renovar a imagem do líder global do ensino da Língua Inglesa nos seus centros em todo o mundo.

Localizado na Praça do Almada, a mesma onde se situa a Câmara Municipal, o Centro Wall Street English da Póvoa de Varzim dispõe de 2 pisos, num total de 400 m2, uma área que permite ensinar Inglês a cerca de 500 alunos.

O Centro oferece agora melhores condições de estudo e disponibiliza um espaço mais amplo para dinamização de atividades sociais, com as quais os alunos conseguem efetivamente uma aplicação prática e dinâmica do que aprendem em sala. Este é, aliás, um objetivo enquadrado no método de ensino do Wall Street English, em que a aprendizagem também decorre durante as atividades quotidianas e não apenas nas aulas.

A renovação espelha melhor este conceito de ensino e ao adotar a nova identidade Wall Street English, com um logótipo que é uma porta aberta à aprendizagem do Inglês, o Centro da Póvoa de Varzim, reafirma-se como um espaço central para o domínio de uma Língua global que abre caminho a um futuro com melhores oportunidades.

Há perto de 20 anos a melhorar o inglês dos portugueses

Com origem em Itália, o Wall Street English surgiu em 1972 para fazer face às necessidades crescentes de aprender Inglês por razões profissionais e pessoais. Em 1995, abriu o seu primeiro centro em Portugal e ao longo dos anos foi criando uma rede de ensino que conta hoje com mais de 30 centros de norte a sul do país e na Madeira.

No total dos seus centros, aprendem inglês perto de 12 mil alunos e, desde a abertura em Portugal, o Wall Street English já formou mais de 180 mil, recorrendo para o efeito ao seu método inovador e personalizado de ensinar inglês.

Em agosto de 2010, Wall Street English foi adquirido pelo Grupo Pearson Education, com sede no Reino Unido.

Em 2013, assumiu o seu nome atual, numa operação de rebranding que abrange igualmente um novo logótipo e que constitui o ponto de partida para a modernização dos seus centros de ensino.

Hoje, com 450 centros em 27 países, onde aprendem cerca de 190 mil alunos, o Wall Street English é líder mundial no ensino de Inglês.

www.wsenglish.pt