vBulletin statistics

Terça-Feira, 5 de Novembro de 2013

Estudo Staples mostra aumento do número de pessoas com gripe que vai trabalhar

Staples oferece dicas e produtos para ajudar empregados e empregadores na época da gripe

90% dos trabalhadores de escritório vai trabalhar mesmo sabendo que estão doentes, de acordo com a quarta pesquisa anual da Staples sobre a gripe. Os resultados mostram uma tendência de aumento quando comparados com os resultados de 2012 (80%) e 2011 (perto de 60%).

 

De acordo com o estudo, os trabalhadores reconhecem que ficar em casa três dias para recuperar da gripe seria apropriado. No entanto, a maioria dos colaboradores fica em casa menos de 2 dias, colocando a saúde dos colegas em risco e potenciando a diminuição da produtividade.

 

A pesquisa mostra que os colaboradores têm um melhor entendimento sobre como prevenir a gripe:

- 49% dos inquiridos reconhece que é contagioso um dia antes dos sintomas evoluírem e 5 a 7 dias após ficarem doentes, um aumento em relação aos 38% verificados em 2012;

- 76% identificou as áreas comuns como o local menos limpo no escritório, um aumento em relação aos 26% de 2012;

- 57% reconhece que o vírus da gripe sobrevive até três dias uma superfície dura, um ligeiro aumento em relação ao ano passado; no entanto, 66% apenas limpa a sua secretária uma vez por semana ou menos, um aumento em relação aos 51% de 2012.

 

A temporada da gripe representa um enorme desafio para as empresas pois em cada ano é responsável a perda de 70 milhões de dias de trabalho e milhões na produtividade. É fundamental que funcionários e empregadores promovam hábitos saudáveis. Isso pode significar municiar um grupo de trabalhadores com desinfetante para as mãos, por exemplo.

 

Para ajudar a manter um ambiente saudável a Staples recomenda estes simples passos:

- Fornecer os equipamentos adequados: os empregadores podem ajudar os colaboradores a manterem-se saudáveis durante a época da gripe fornecendo os materiais necessários. Os colaboradores identificaram os três principais produtos para se manterem saudáveis: desinfetante para as mãos (47%), toalhitas desinfetantes (42%) e casas de banho automáticas (39%).

- Incentivar o trabalho a partir de casa: 21% dos entrevistados afirma que vai trabalhar doente porque não sabe pode desempenhar as suas tarefas a partir de casa. Dos entrevistados de empresas com essa possibilidade, 50% sente-se inclinado para trabalhar a partir de casa.

- Faça log off: Enquanto os colaboradores admitem ir trabalhar quando estão doentes porque não querem falhar perante o seu trabalho, o estudo demonstra que a produtividade baixa até 60%.