vBulletin statistics

Quarta-Feira, 14 de Maio de 2014

Eletrónica do Rock in Rio-Lisboa com mais de 40 DJs nacionais e internacionais

Estreia Mundial ao vivo dos Underground Sound of Lisbon

 

 

Na grande festa do 10º aniversário do Rock in Rio-Lisboa, o cartaz da Eletrónica promete levar a Cidade do Rock ao rubro e surpreender os amantes de música eletrónica! Depois de estrear no Rock in Rio 2013, no Rio de Janeiro, a edição de Lisboa vai agora receber a nova Eletrónica: uma estrutura com 40 metros de diâmetro com uma cenografia futurista, inspirada na forma de uma aranha robótica em que pilares de 11 metros de altura simulam a forma de patas gigantes.

Com um espaço para público de mais de 1300 m2, a Eletrónica inova ao colocar a cabine num espaço central, que fica completamente rodeado pelo público!

Entre os DJ’s internacionais confirmados para a Eletrónica estão Pretty Lights, Tiga, Apollonia, Breakbot, Le Youth, Frivolous, Flow & Zeo, Hercules and Love Affair, Claude Von Stroke, Claptone, Benoit & Sergio, John Digweed e Renato Ratier.

No panorama nacional, destaque para a estreia mundial ao vivo dos Underground Sound of Lisbon, composto por dois dos maiores DJs mundiais, DJ Vibe e Rui da Silva, que vão encontrar-se pela primeira vez para uma apresentação ao vivo, no dia 1 de junho.

Além disso, os DJ’s Vibe e Rui Vargas e os Djs Jiggy e A.Paul aceitaram o convite da organização para protagonizarem um back2back e juntam-se, pela primeira vez, na Eletrónica do Rock in Rio-Lisboa, ambos no dia 29 de maio. Este dia será, aliás, totalmente dedicado à música eletrónica nacional, com um painel de luxo que conta com as atuações de Miss Sheila com DJ Morgana e Wicctofly DJ, Magazino e Ari, Mirror People Live Show e Miguel Quintão.

Nos restantes dias, o cartaz conta ainda com nomes da geração da música eletrónica nacional como Voxels Live, Ramboiage, Pena, Bis Boys Please, Octa Push, DJ Ride, Le Youth e Twofold B2B SwitchSt(d)ance.

 

Pretty Lights (CA)

Em julho de 2013 foram lançados, não um, mas dois novos álbuns dos Pretty Lights: A Color Map of the Sun e Live Studio Sessions From A Color Map of the Sun. A sonoridade de Derek Vincent Smith, o DJ responsável pelo projeto, mistura amostras digitais com vários géneros – que passam pela eletrónica, o hip hop, o funk e o soul. O canadiano já atuou em alguns dos maiores palcos da eletrónica a nível mundial. Em 2014, para além de Lisboa, a digressão do DJ vai passar por Nova Iorque, Barcelona, Inglaterra e Hungria, entre outros.

Breakbot (FR)

Breakbot é Thibaut Berland, produtor e DJ francês, mais conhecido pelos seus remixes de artistas como Röyksopp, Digitalism e Chromeo. "Baby I'm Yours" é o seu single mais conhecido e tornou-se um sucesso no MTV Pulse de França, além de ter mais de 7 milhões de visualizações no Youtube, sendo o videoclipe mais visto da sua editora, a Ed Banger Records.

Claptone (ALE)

Claptone, produtor original de Berlim, catapultou-se dos tops das tabelas alemãs diretamente para o panorama do house mundial através do tema “Cream”, em 2012. Durante o ano seguinte, deu mais de 200 concertos, em 130 países, nos seis continentes. Temas como “No Eyes” e “Wrong” atingiram os tops da conceituada tabela de música eletrónica Beatport. Com um género e inspirações difíceis de definir, Claptone tem um estilo muito próprio, explorando sempre novas sonoridades vindas de um imaginário oculto.

DJ Ride (PT)

Com 10 anos de carreira, DJ Ride continua a ser um dos mais promissores e aclamados DJs nacionais. Na bagagem traz o título de campeão do mundo de scratch e seis títulos de campeão a nível nacional. Presença constante nos melhores clubes e festivais do mundo, já atuou em Londres, Sérvia, Polónia, Ibiza e França. No passado mês de setembro, levou os brasileiros ao rubro com uma grande atuação no Rock in Rio 2013, no Rio de Janeiro. Ride tem pautado a sua carreira por um constante desejo de ir mais longe e experimentar coisas novas que passam por vários estilos, entre eles, o dubstep, o hip hop, drum n’ bass e a eletrónica.

Le Youth (USA)

Le Youth é o projeto do produtor Wes James, que combina os sons do R&B com a música house dos anos 90. O DJ americano ganhou notoriedade com o EP “Cool”, editado em 2013 pela Ultra Records, sendo selecionado como “Álbum da Semana”, pela BBC Radio 1.

Voxels (PT)

A dupla de DJ’s Pedro Chamorra e Pedro Pinto, mais conhecidos por Voxels, destacam-se por nunca fazer dois DJ sets iguais, trazendo sempre novidades em cada alinhamento. As suas influências passam pelo electro, o rap, hip hop, rock, eletrónica, pop e heavy-metal. No seu currículo, contam já com remisturas para diversos artistas, como os Buraka Som Sistema, os Chromatics e os Spektrum.

 

Dj Vibe B2B (back2back) Rui Vargas

Com 25 anos de carreira, DJ Vibe é um dos artistas mais conceituados no mundo da eletrónica nacional, justificando assim a presença em dois dias do evento – dia 29 de maio, com Rui Vargas, e dia 1 de junho com o projeto Underground Sound of Lisbon. A sua excelente técnica de mistura confere-lhe um estilo único que abraça os mais diferentes géneros, tornando as suas atuações autênticos espectáculos de música e dança. Das discotecas às rádios, passando pela produção e pela remistura de outros artistas, há pouca coisa que este multifacetado DJ não tenha feito. Este sucesso levou-o para outros continentes, tendo já atuado em clubes de todo o mundo, nomeadamente no Canadá, Japão e Brasil. É presença assídua no top100 mundial da conceituada DJMag.

A partilhar a cabine estará também Rui Vargas, outro nome incontornável na eletrónica nacional. Começou a trabalhar na rádio, mas cedo acumulou com a função de DJ, tendo atuado nos principais clubes e festas do país. Este sucesso fez-se também notar a nível internacional. Berlim e Paris foram algumas das cidades que já tiveram o privilégio de dançar ao som deste divulgador nato de música de dança.

 

 

Jiggy B2B (back2back) A.Paul

DJ e produtor com mais de 20 anos de carreira, Jiggy gosta de misturar influências e estilos, entre a eletrónica, o house e o techno. A personalidade forte que impõe no seu trabalho valeu-lhe o título de “um dos melhores DJs do mundo”, segundo Carl Cox. Já tocou nos principais clubes e festivais do mundo, passando por Barcelona, Tóquio, Londres, Toronto e Copenhaga.

Ao lado de Jiggy, estará A. Paul, um dos mais prolíficos e talentosos artistas tecno do mundo, já com duas décadas de experiência como DJ e produtor. Várias vezes considerado o melhor DJ português, a sua inconfundível sonoridade e técnica garantem-lhe constantemente a presença nos principais eventos de música eletrónica a nível mundial.

Miss Sheila e Dj Morgana e Wicctofly Dj

DJ de referência e presença assídua nos principais clubes nacionais e internacionais, Miss Sheila já atuou em cidades como Nova Iorque, Cidade do Sal, Luxemburgo e Sevilha. Misturando o house e o techno, Miss Sheila nunca perde a suas origens do “underground”, oferecendo atuações autênticas e explosivas que levam o público ao delírio.

Para provar que a música eletrónica não se faz apenas de nomes masculinos, a partilhar a cabine com Miss Sheila estarão também Carla Saraiva e Sofia Louro, mais conhecidas por DJ Morgana e Wicctofly. A dupla, que esteve presente na edição de 2010 do Rock in Rio-Lisboa, regressa agora ao Parque da Bela Vista. Presentes nos principais clubs e eventos desde os primórdios do boom da Dance Scene nacional, juntas ou a solo, já atuaram com DJs de renome nacional e internacional como DJ Vibe, DJ Harvey, Masters At Work ou Rob Di Stefano.

Magazino e Ari

Magazino, mentor de Bloop, promete uma grande festa no dia 29 de maio. Nos seus 18 anos de carreira, já editou discos com as principais editoras do mundo e tocou nos mais importantes clubes do país. É, sem dúvida, um nome de destaque na música de dança nacional.

Ari, mentor do projecto Models & Friends, que nos últimos anos tem sido convidado para fazer parte de line up’s com artistas de peso, cativando aplausos e elogios pela forma original como constrói os seus sets, junta-se também a esta festa. O sucesso e reconhecimento que vai além-fronteiras, justificam a presença em algumas das melhores festas do mundo, em Barcelona e Ibiza.

 

Mirror People Live Show

Rui Maia é o nome por de trás de Mirror People. O DJ e produtor natural do Porto está ligado à música desde muito cedo mas, só em 2010, criou o projeto Mirror People. Um entusiasta do vintage, as suas atuações envolvem uma série de sintetizadores analógicos, caixa de ritmos e pedais de efeitos, num estilo muito próprio, que não deixam ninguém indiferente.

Miguel Quintão

Nome forte da rádio e da música rock, pop e eletrónica mais alternativa, Miguel Quintão aposta na união entre guitarras e sintetizadores. Nos seus mais de 25 anos de carreira, Quintão foi responsável por algumas das mais célebre rubricas da rádio como o “Rock em Stock”, da Rádio Comercial e o “Bons Rapazes”, da Antena 3.

 

Tiga (Canadá)

Insatisfeito com o panorama das discotecas e festas que se faziam em Montreal, no Canadá, nos anos 90, Tiga começou a produzir as suas próprias festas, onde introduziu elementos tão simples como DJ’s convidados e sets com múltiplos DJs. Atualmente, é um dos DJs mais prestigiados do mundo, colaborando frequentemente com nomes como James Murphy e Jesper Dahlback. Reconhecido pelos seus álbuns de remixs, no seu repertório incluem-se temas dos The XX, LCD Soundsystem, Depeche Mode e Peaches, entre outros. Com um programa no prestigiado BBC Radio 6 Music, Tiga é hoje um nome incontornável no mundo da música eletrónica. Tendo atuado por diversas vezes em Portugal, o seu último espetáculo foi no Lux Frágil, em maio de 2013.

Hercules and Love Affair (USA)

Hercules and Love Affair é o nome do projeto musical que o produtor e DJ norte-americano Andy Butler iniciou em Nova Iorque, em 2004. Em 2008, o álbum de estreia homónimo, que contou com a participação de Kim Ann Foxman, Antony Hegarty e Nomi Ruiz, foi muito bem recebido pela crítica, integrando conceituadas tabelas como o top 200 da Billboard e o UK Albums Chart. Com o sucessor, Blue Songs (2011), Butler contou com o contributo de nomes como Kele Okereke dos Bloc Party, Aerea Negrot e Shaun Wright. Numa sonoridade próxima do house old school, este coletivo nova-iorquino promete animar a pista de dança da Eletrónica do Rock in Rio-Lisboa, no dia 30 de maio, com o seu mais recente trabalho The Feast of the Broken Heart.

Claude Von Stroke (USA)

Barclay Crenshaw, mais conhecido por Claude Von Stroke, gosta de levar o público ao rubro nas suas atuações. O DJ e produtor norte-americano lançou o seu álbum de estreia, Beware of the Bird, em julho de 2006. Em 2009, segue-se Bird Brain e, em 2013, Urban Animal. Num estilo entre o house e o techno, VonStroke já atuou nos principais clubes, festivais e discotecas do mundo.

Octa Push (PT)

Atuaram juntos pela primeira vez, enquanto Octa Push, em 2008, mas, já muito antes disso, os irmãos Bruno (Mushug) e Leo (Dizzycutter) animavam as pistas de dança em projetos a solo. A reação do público quando se juntaram foi bastante positiva. Começaram então a surgir cada vez mais convites para as melhores discotecas e festas - em Portugal, Reino Unido, Espanha, Holanda e Porto Rico. Este reconhecimento conferiu-lhes um lugar nas compilações Steppas Delight 2 (Souljazz) e Elevator Music (Fabric), juntando-se a nomes como James Blake, Martyn Rusko, Buraka Som Sistema ou Mr. Gasparov. O seu primeiro álbum, “Oito”, foi considerado pelos críticos um dos melhores discos do ano. A sua sonoridade mistura estilos como o bass music, rock e o folk e vai buscar uma forte inspiração à cultura africana.

Bis Boys Please (PT)

Depois de um grande espectáculo em 2012, os Bis Boys Please estão de volta ao Rock in Rio-Lisboa. Afonso Gomes da Silva e Tomás Gaivão Ribeiro prometem levar a pista de dança ao rubro com as suas faixas inspiradas no techno, electro-house e nu-disco. As jovens promessas da música eletrónica nacional já atuaram nos principais espaços da noite lisboeta, estando desde cedo habituados a grandes plateias.

 

Apollonia (FR)

O resultado de termos 3 DJs franceses a atuar numa única performance só poderia ser explosiva. Shonky, Dan Ghenacia e Dyed Soundorom partilham as mesmas raízes musicais, os mesmos gostos e a mesma visão criativa, o que confere aos seus espetáculos um caráter único. A crítica reconhece-lhes trabalho feito na cena house underground de Paris, mas também além-fronteiras.

Benoit & Sergio (DE)

Benoit & Sergio são conhecidos pelo estilo exuberante e luxuoso com que produzem música eletrónica pop. A dupla de DJs alemã vai beber inspiração a bandas como The Talking Heads, Pavement, Roxy Music, Daft Punk ou Ricardo Villalobos. Todas estas influências são visíveis na sua música que, em conjunto com letras sobre solidão, raparigas francesas, vinho e Ferraris, se tornam numa espécie de melodrama sexualizado. Benoit & Sergio já tiveram quarto singles – 'Everybody', 'Principles', 'Let Me Count The Ways', e 'Walk and Talk' – no top 20 da DJ Mag, Resident Advisor e Mixmag. Nos últimos meses, a dupla tem estado em estúdio para gravar o seu álbum de estreia.

Frivolous (CA)

Frivolous, Daniel Gardner, natural do Canada, surge pela primeira vez em 2002 com um projeto de música eletrónica editado pela Records. Ao longo de sua carreira, Frivolous debruçou-se sobre o acervo impressionante de produções para fornecer uma evolução como artista eclético. Já percorreu o mundo com os seus espetáculos repletos de energia e originalidade.

Flow & Zeo (BR)

Flow & Zeo começaram carreiras, como DJs, individualmente em 1999 e uniram-se em 2000. São também produtores musicais, sendo responsáveis pela Tropical Beats. Os seus sets são carregados de House, Deep e Disco, elementos que mixados com as suas técnicas envolvem o público por onde passam. Flow & Zoe contam com uma carreira internacional extensa. Já passaram por Dinamarca, Suécia, Espanha, EUA e Croácia.

Ramboiage (PT)

Rui Silveira, conhecido como Ramboiage, é DJ residente da discoteca mais emblemática de Lisboa, Lux Frágil e já participou no Music Box, Frágil, Casino de Lisboa e em festivais . Por onde passa é conhecido por “espicaçar” públicos e já recebeu convites para estar presente em Nova Iorque e em Los Ageles, no ”The Lift”, um dos mais conotados clubes desta cidade. No ano 2008, o seu trabalho foi reconhecido e selecionado pela Red Bull Music Academy para um Taster em Lisboa. No ano passado concluiu um tema para a compilação do sexto aniversário do Casino de Lisboa e lançou um EP de originais, o “Del Fuego”, na madrilena Lovemonk. Ramboiage é considerado mestre irrequieto e conhecido por arrojar clássicos intemporais às feras eletrónicas, com pé no House e um empurrão ao Disco.

 

UNDERGROUND SOUND OF LISBON

Este é mais o projeto que uniu DJ Vibe e Rui Silva, que será apresentado pela primeira ao vivo, na Cidade do Rock, no dia 1 de Junho. Trata-se de uma junção de ritmos dançantes que aconteceu pela primeira vez em 1993, tendo gravado três álbuns entre 1998 e 2003.

DJ Vibe é o mais consagrado e unanimemente considerado como o melhor DJ português de todos os tempos. O seu longo percurso como DJ não para de surpreender quer pelas sonoridades constantemente atuais, mantendo o espírito "underground" de sempre, quer pela criteriosa escolha das suas atuações. Percorre o mundo inteiro com as suas sonoridades e já conta com quatro discos editados. Uma presença constante desde a 1ª edição do Rock in Rio-Lisboa, Vibe regressa à Eletrónica na edição deste ano.

Rui Silva começa por produzir house music em 1992 e um ano depois junta-se a DJ Vibe para formar Kaos Registros, e tornam-se a primeira dupla em Portugal especializada em música eletrónica. Com DJ Vibe formou também a Metro Sound of Lisbon. Rui Silva trabalhou com outros artista e em 1994, com a sua faixa “So Get Up”, que contou com o rapper Darin Pappas, alcançou a fama mundial. Em 1999, Silva abandona Lisboa e vai para Londres para trabalhar em nome próprio. No Reino Unido, alcança fama como remixer, criando as suas próprias versões. Agora é a vez de juntar-se novamente a DJ Vibe e agitar a Cidade do Rock no dia 1 de Junho.

John Digweed (UK)

John Digweed é um dos gigantes da música de dança que vai atuar na Eletrónica no dia 1 de Junho. O DJ inglês é conhecido pelos sons progressivos e contagiantes da sua música, bem como as remisturas de músicas de Danny Tenaglia, Underworld, Quincy Jones e New Order. Em 2010, ocupou a 29ºlugar no top 100 da DJ Mag, uma das principais revistas de música eletrónica do mundo e, no ano 2001, Digweed foi eleito o número 1.

 

Renato Ratier (BR)

Renato Ratier é considerado um gigante da música eletrónica, residente em dois dos melhores clubes do Brasil, D-Edge e Warung. Renato Ratier é DJ e Produtor musical e as suas sonoridades assentam sobre o Disco e Techno. Já passou som na Europa, América do Sul, Estados Unidos e África garantindo momentos inesquecíveis ao público presente.

Twofold B2B SwitchSt(d)ance (PT)

SwitchSt(d)ance e Twofold são DJs Residentes do Lux e vão estar, em dupla, na Cidade do Rock. Marco Antão (SwitchSt(d)ance) e Martim Almeida (Twofold)  atuaram juntos, pela primeira vez, em 2011. Seguiram-se os encontros em estúdio, mas continuaram os seus caminhos individuais enquanto DJs. A sonoridade de Switch(d)ance é caracterizada de ter uma batida fora do ritmo, demasiado lenta, densa, desconhecida, nua, real. Vai desde electrónica, hipnótica, gótica, psicadélica, melódica, orgânica, minimalista, futurista e introspectiva. Já partilhou cabine de DJ com nomes como Four Tet, Nicolas Jaar, Caribou e Actress. Switchst(d)ance já passou pela Holanda, Polónia e Angola.

TwoFold lentamente começou a descobrir um mundo onde o sintetizador podia soar tão bem como uma guitarra e onde diferentes ritmos estavam na ordem do dia. Em 2007, mudou-se para Londres onde estudou engenharia do som e onde trabalhou com alguns dos nomes mais interessantes da música eletrónica como Dan Curtin, Serge Santiago ou Timo Garcia. Em 2009, regressa a Portugal e no ano seguinte foi convidado a abrir o concerto de Goldfrapp.

Pena (PT)

Pena, amante de música, trocou a carreira de advogado pela de DJ. Hoje é considerado um dos principais DJs portugueses progressistas do mundo, com uma carreira internacional. De 2000 a 2004, arrecadou o prémio de Melhor DJ de Trance dos Dance Clube Awards. No ano 2000, fundou a marca de renome internacional Flow Records e esta plataforma permitiu-lhe investir na sua própria linha musical.

Cartaz completo:

 

 

 

 

 

O Rock in Rio-Lisboa 2014 realiza-se nos dias 25, 29, 30 e 31 de maio e 1 de junho, no Parque da Bela Vista. O valor diário do bilhete é de 69€ para o dia 29 de maio, e de 61€ para os restantes dias. Estão já confirmadas as presenças de Robbie Williams, Ivete Sangalo, Paloma Faith, Boss AC e Aurea, Silva e Cais do Sodré Funk Connection no dia 25 de maio; dos The Rolling Stones, Gary Clark Jr., Xutos & Pontapés, Rui Veloso com Lenine e Angelique Kidjo, Triptides e Frankie Chavez no dia 29 de maio; dos Linkin Park, Queens of the Stone Age, DJ Steve Aoki, Capital Inicial, Blood Orange e Salto no dia 30 de maio; Arcade Fire, LordeEd Sheeran, a Homenagem a António Variações com Deolinda, Gisela João, Linda Martini e Rui Pregal da Cunha, e Wild Beasts e Capitão Fausto no dia 31 de maio; e de Justin Timberlake, Jessie J, Mac Miller, João Pedro Pais e Jorge Palma, Kika, Bombay Bicycle Club e Linda Martini no dia 1 de junho.

 

Sobre o Rock in Rio

O Rock in Rio é o maior evento de música e entretenimento de todos os tempos, contando já com treze edições realizadas no Brasil, Portugal e Espanha que reuniram mais de 7 milhões de pessoas.

Utilizando a música como linguagem universal que une as pessoas em todo o mundo, o Rock in Rio é um veículo de comunicação de emoções e causas. Um dos seus pilares é o Projeto Social, que em Portugal tem como parceira a SIC Esperança. Lançado em 2001, no Rio de Janeiro, o Projeto POR UM MUNDO MELHOR nasceu para, através da música, chamar a atenção das pessoas e sensibilizá-las para que ajudem a melhorar as condições sociais através das mais simples atitudes quotidianas. A partir da edição portuguesa de 2006 a organização considerou que as questões ambientais eram urgentes e promoveu diversas ações sobre as Alterações Climáticas e a Sustentabilidade.

Ao longo dos últimos 13 anos, o Rock in Rio gerou 17.647.173,87€ euros para diversas ações socioambientais. Essa é a prova de que decisão e compromisso com pequenas ações no dia-a-dia podem efetivamente fazer do mundo um lugar melhor para todos.

Site oficial do Rock in Rio-Lisboa: www.rockinriolisboa.sapo.pt